Alguns problemas ao fazer ‘listening’

Ouvir é uma das primeiras coisas que aprendemos a fazer. Estamos fazendo isso ainda de dentro da barriga da mãe. Então podemos deduzir que aprender a ouvir outra língua — mais tarde quando adultos — vai ser canja de galinha, certo?

Não necessariamente.

O problema é precisamente manter alguns dos padrões de comportamento que temos quando ouvimos coisas na nossa língua materna. E estes padrões podem atrapalhar.
Por exemplo:
• Tachar o assunto de chato e desinteressante. O assunto é secundário. Você está treinando seu listening. Não foque muito no conteúdo.
• Criticar o jeito ou sotaque da pessoa que está falando. Inglês texano X inglês australiano X inglês com sotaque indiano… Não é importante agora. Além disso, você precisa conhecer outros sotaques. Eu mesma, quando morei em Chicago, cansei de falar com indianos ao telefone pra resolver problemas de internet.
• Focar na falta de qualidade da gravação. Lembre-se que você vai usar inglês em condições nada perfeitas (numa ligação ruim, por exemplo). Vá treinando.
• Ficar empolgado demais com o conteúdo. Foque nos padrões novos do uso da língua (vocabulário, entonação, expressões idiomáticas, pronúncia, expressões que você não usaria, etc.).
• Ouvir principalmente para absorver os fatos. Sua atenção deve estar no uso da língua.
• Tentar logo de cara organizar o que está sendo falado. Sua mente quer encaixar o que ouve nos seus padrões de organização. Você está focando no que não é importante.
• Fingir que ouve, permitir que sua mente vague (“viajando” enquanto ouve). Controle-se e aprenda a manter a concentração.
• Evitar material difícil. Se você ouvir só o que é fácil não vai progredir muito.
• Ouvir coisas muito difíceis. Isso pode ser frustrante.
• Permitir que o conteúdo ou certas palavras gerem uma reação emocional negativa. De novo, o conteúdo é secundário.

Se você costuma fazer estas coisas quando faz um exercício de áudio em inglês, pode não conseguir progredir muito nesta habilidade. Tais atitudes podem estar atrapalhando sua capacidade de absorver o que é dito.

Ouvir algo pra aprender uma língua é diferente de ouvir algo em sua própria língua.