Emails 2 – copie e cole

Ainda falando sobre emails, vale a pena lembrar que email não é meramente um exercício de writing. Claro que envolve escrever e todas as convenções de escrita. Mas a linguagem do email é muito próxima da fala. Especialmente em inglês, onde emails profissionais tendem a ser menos formais que os que escrevemos em português. Eu estava analisando uma sequência de emails outro dia e me dei conta de que 90% das expressões idiomáticas que eu estava lendo podiam muito bem ser faladas ao telefone. Então aprender essas expressões pode ser muito útil na sua conversação. Outra coisa: saiba como usar frases prontas como ’em anexo, estou enviando o documento’, ‘aguardo sua resposta’, ‘desculpe não ter respondido antes’, ‘com relação ao seu último email’, ‘te dou um retorno assim que puder’, ‘se tiver dúvidas, não hesite em perguntar’, etc. Vá anotando essas expressões e copie e cole essas coisas no seu email. Não tente re-inventar a roda e escrever essas coisas como você acha que são. Simplesmente copie e cole. Estas frases não são necessariamente traduções diretas do português. Quando tentamos traduzir essas expressões do português, geralmente escrevemos de um jeito artificial que soa muito estranho pra um falante nativo. Há expressões idiomáticas como ‘I look forward to hearing from you’ que não têm um equivalente direto em português. Isso é alguma coisa que aparece no fim dos emails e se parece um pouco com ‘aguardo seu retorno’. Um falante nativo vai entender perfeitamente o que você quer dizer se você escrever ‘I look forward to hearing from you’. Mas vai achar estranho se você escrever ‘I wait for your...

Uma introdução a emails em inglês

Uma habilidade importantíssima hoje em dia é saber escrever emails — tanto profissionais como pessoais. E aprender a escrever emails em inglês é algo que meus alunos pedem muito. Convenhamos, você precisa de mais informações sobre um produto, um evento, teve problemas com uma compra, quer fazer uma pergunta a um especialista/uma instituição sobre um assunto, etc., tudo isso pode ser feito por email. Uma das coisas que me tiravam o sono quando cheguei nos EU era ter que responder uma média de 5 emails por dia (de uma média de 20 que eu recebia com assuntos relacionados à vida acadêmica). Aprendi a responder emails porque não tinha alternativa. Mas foi muito estressante no começo. Então entendo bem seu sofrimento. Como se aprende isso? Você não vai gostar da resposta mas é isso mesmo: se aprende escrevendo. Escreva para seu professor em inglês. Ou ache um amigo com quem trocar emails em inglês. Ou faça amizade com um falante nativo e escreva. A segunda melhor coisa pra aprender a escrever email é: ler outros emails. Meu conselho é achar um bom livro que ensine a escrever e tê-lo como referência. Por que? Porque escrever email se aprende principalmente por imitação e nada melhor que ter montes de modelos. Há convenções, regras de organização, expressões idiomáticas próprias do email que você precisa conhecer. E ler outros modelos de emails e ver como as pessoas se expressam por escrito nesse formato é a melhor maneira de aprender. Um livro que eu uso e recomendo é ‘Email English’ de Paul Emmerson. Este livro é voltado para quem está aprendendo inglês e é cheio...