Começar a falar logo de cara

Estava conversando com minha cabeleireira sobre a dificuldade dela com o inglês. Ela me dizia que às vezes ela precisa conversar no trabalho com alguns clientes em inglês e comentando que não conseguia fazê-lo porque “travava”.

Às vezes mistificamos o processo todo de falar outra língua e achamos que a coisa toda é difícil demais.

Um dica pra quem tem que falar inglês por causa do trabalho e simplesmente não sabe por onde começar é aprender o vocabulário que você vai usar com frequência. Junto com isso, aprenda algumas expressões-chaves. Decore mesmo.

Isso é o que geralmente faz quem precisa de inglês pra viagem. Decora-se palavras como ‘dinheiro’, ‘estação de trem’, ‘restaurante’, ‘água’, etc. E frases prontas do tipo ‘onde tem um caixa eletrônico?’, ‘que horas sai o trem?’, ‘quanto é o refrigerante?.

A partir daí é só ir acrescentando novas palavras e frases à medida em que se precisa.

Este é o processo de aprendizado para quem está no exterior. A diferença é que ele acontece muito mais intensa e rapidamente.

Ou seja, se há urgência, você pode considerar passar por cima da gramática e partir da memorização de um vocabulário específico.

Lembre-se também que comunicação acontece também com gestos, expressões faciais e linguagem corporal. Tudo isso ajuda na hora de comunicar o que se quer.

E finalmente, dê a cara pra bater. Arrisque e fale. Não fique inibido e com medo de errar. Você vai errar e isso é parte do processo de aprender.