Como escolher um professor (parte 4)

Duas outras qualidades um bom professor deve ter.

Alguém com quem você não se sinta intimidado.

O professor tem que achar um jeito de deixar você à vontade durante a aula. Se você se sentir intimidado, não vai conseguir falar.

É claro que, num primeiro momento, todo mundo fica tímido ao falar inglês na frente de uma pessoa que sabe mais. Você está se expondo, errando e ninguém quer passar vergonha. Mas isso muda com o tempo. E seu professor tem um papel fundamental nisso. Ele precisa saber como facilitar as coisas e como deixar você à vontade pra falar.

Se isso não aconteceu e você ainda trava na frente do seu professor, precisa descobrir qual o problema. Se for o professor, talvez você seja hora de trocar.

Alguém que domine a tecnologia e recursos na internet.

Se seu professor não usa a internet, isso é um mau sinal. Sobre esse assunto, escrevi um pouco aqui. A internet é a ferramenta mais poderosa que existe pra desenvolver seu inglês. Simplesmente não dá pra ignorar.

E sobre tecnologia em geral, com a chegada dos smartphones, tablets e dos seus aplicativos, não seria exagero dizer  que o livro-texto vai acabar migrando para o formato aplicativo num futuro próximo. E os próprios tablets têm se tornado ferramentas para ler boa parte dos livros. Há aplicativos para estudar gramática, ler e ouvir livros de ficção, memorizar vocabulário, corrigir sua pronúncia, estudar phrasal verbs, preposições e uma infinidade de outras coisas. Seu professor tem que conhecer esses recursos todos e mostrá-los a você.