Como escolher um professor (parte 5)

Alguém que conhece livros e materiais sobre ESL (atualizado sobre novidades na área)

A indústria de publicações de materiais para ESL (English as a Second Language) é incrivelmente dinâmica. Há novidades quase que diárias, um incrível número de opções para todo tipo de aluno, contemplando todo tipo de dificuldade.

Há publicações voltadas para dificuldades com verbos, preposições, material para vocabulário, collocations, materiais de conversação, cursos e livros voltados para quem precisa escrever email, falar ao telefone, business English, e por aí vai.

Tudo o que você imaginar!

Seu professor tem que saber destas novidades. Ele tem que estar atualizado sobre os lançamentos e publicações pra poder sugerir materiais que vão ajudar o aluno em suas dificuldades.

Isso vale para o universo de aplicativos pra smartphone que existem para quem está estudando inglês. O professor precisa saber dessas coisas e dar dicas pro aluno.

Alguém que está usando e melhorando seu inglês.

Todo mundo precisa dar duro pra manter seu inglês afiado. Não existe esse negócio de “aprendi, tá aprendido”. Seu professor deve usar o inglês o tempo todo pra não enferrujar.

Isso vem através do uso diário: pensar em inglês, leitura de livros, conversas com outros falantes da língua, filmes, audiobooks, viagens, uma rotina de escrever em inglês, etc.

O inglês tem que ser parte da vida da pessoa, não algo separado que a pessoa desliga no fim de semana. Ser professor de inglês é um full-time job!

Pessoalmente, tenho achado que audiobooks são o que funciona pra mim pra manter meu inglês afiado. Ouço livros sempre que posso e isso me ajuda a manter meu inglês em dia.