Memorizando verbos

Quando você aprende um verbo novo, é bem mais útil pensar em termos de combinações (collocations) daquele verbo com outras palavras. Isso é melhor do que pensar numa tradução geral para o verbo.

Deixa eu tentar explicar isso com exemplos. Veja o caso do verbo ‘get’. Aprendemos que a tradução dele é ‘conseguir, obter’. Mas veja as diferentes acepções que ele tem quando combinado com diferentes palavras.

get a job – arranjar um emprego
get angry – ficar bravo
get home – chegar em casa
get permission – obter permissão
get the impression – ter a impressão
get the message – receber a mensagem

E aí? ‘get’ significa arranjar, ficar, chegar, obter, ter ou receber?
Significa tudo isso e mais um pouco.

Por isso não faz muito sentido, ao aprender este verbo, o aluno anotar assim:
‘get = arranjar, ficar, chegar, obter, ter ou receber’

Na hora de usar, você vai acabar usando errado porque a informação foi anotada de maneira confusa.

O melhor a fazer é associar o ‘get’ a cada uma dessas outras palavras e memorizar as combinações.
Aprenda que ‘get a job’ é ‘arranjar um emprego’ e não ‘get = arranjar’. Porque em muitos outros exemplos ‘get’ não será ‘arranjar’.

É claro que isso se aplica melhor a alguns verbos ao invés de outros: principalmente aqueles que têm diferentes acepções. Mas é um bom jeito de encarar vocabulário em geral. Conecte verbo + objeto, memorize expressões e não palavras isoladas.

Dá mais trabalho, claro. Mas no longo prazo você ganha tempo. E só desse jeito você aprende a usar inglês de um modo mais natural.